segunda-feira, 30 de maio de 2011

Como Agem e Reagem Crianças de 18 meses de idade.

by Roberto M.
Quais as coisas que uma criança de um ano e meio de idade sabe fazer? O que é normal para uma criança de 18 meses? Quais as principais características de um bebê de 18 meses?
A criança é um ser dinâmico, complexo, em constante transformação, que apresenta uma seqüência previsível e regular de crescimento físico e de desenvolvimento neuropsicomotor.


Esse desenvolvimento sofre a influência contínua de vários fatores que provocam variações de um indivíduo para outro e que tornam único o curso do desenvolvimento de cada criança.

Desenvolvimento da criança é um conceito amplo que se refere a uma transformação complexa, contínua, dinâmica e progressiva, que inclui, além do crescimento, a maturação, a aprendizagem e os aspectos psíquicos e sociais.

É normal que crianças diferentes tenham evoluções diferentes em um ou outro aspecto. Tanto um pouco mais atrasado quanto um pouco mais adiantado. É importante o acompanhamento do pediatra ou de um profissional especializado, para verificações rotineiras do desenvolvimento da criança

Características Psicomotoras
1) Nesse período a criança começa a fixar os movimentos recentemente adquiridos: marcha e exercitação manual;
2) Senta sozinha em cadeira baixa e trepa em cadeira alta;
3) Fica de pé sem suporte;
4) Usa movimentos axiais do corpo: senta-se, engatinha, fica de joelho e torna a ficar de pé;
5) Raramente cai;
6) Anda sozinha, quase correndo, meio desajeitada, pois sua coordenação muscular ainda é reduzida;
7) Executa marcha ligeira e corrida ainda tensa;
8) Tem domínio da locomoção vertical: caminha com os braços ao longo do corpo;
9) Atira objetos no chão e fica observando;
10) Empurra uma bola com o pé;
11) Arrasta brinquedos pelo chão;
12) Enche um recipiente com cubos;
13) Consegue colocar três ou quatro cubos sobrepostos, mas solta-os ainda com muita força;
14) Enfia argolas num bastão;
15) Abre e fecha coisas simples, como latas e caixas;
16) Ao abrir um livro, passa duas ou três páginas de cada vez;
17) Lança uma bola para o alto;
18) Carrega ou abraça brinquedos, como bola e boneca;
19) Fica exibindo as partes do corpo: mão, pé, nariz, olhos e cabelo;
20) Tem abrangência espacial à sua volta próxima: aponta e encontra diversos objetos;
21) Sobe e desce escada, levada por uma das mãos: coloca os dois pés em cada degrau 

Características Intelectuais 
1) Sua linguagem é telegráfica;
2) Consegue vocalizar cerca de dez palavras, incluindo seu próprio nome;
3) Sua comunicação já é espontânea, usa substantivos dissílabos repetitivos;
4) Emprega alguns verbos;
5) Começa a entender o significado de “meu” e “teu”;
6) Em situações familiares e com o apoio de gestos, entende ordens simples;
7) Vive dizendo “não”, muitas vezes até para dizer “sim”;
8) Observa com muita atenção as figuras de um livro;
9) Consegue apontar e nomear as figuras de um livro;
10) Consegue compreender um vocabulário de 20 a 100 palavras;
11) Consegue identificar três objetos familiares dentro de um recipiente;
12) É capaz de identificar objetos semelhantes: 2 copos, 2 pratos;
13) Consegue identificar, pelo tato, uma forma circular, colocando-a num gabarito de formas geométricas;
14) Faz rabiscos com linhas descontínuas espontaneamente. Seus gatafunhos são predominantemente verticais. 

Características Sociais
1) Auxilia nas tarefas domésticas, pegando objetos que lhe são pedidos; 

Características do Dia a Dia
1) Fica desinteressada pela mamadeira;
2) Come sozinha com a colher, mas derrubando o alimento e se sujando;
3) Bebe água segurando o copo com as duas mãos, mas derrama o líquido;
4) Controla as necessidades fisiológicas (“xixi” e “cocô”) durante o dia;
5) Acorda à noite para que a troquem;
6) Colabora ao se lavar e enxugar, mas não consegue usar o sabonete e a toalha de forma correta;
7) É capaz de tirar a roupa com ajuda de alguém;
8) Consegue tirar meias e roupas simples, sozinha;
9) É capaz de colocar sapatos abertos.
Bibliografia: 1) Saúde da criança: acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil / Brasília: Ministério da Saúde-2002
                    2) A criança em desenvolvimento – Helen Bee - Ed Artes Médicas – 9ª ed.- 2003 

Artigos Recomendados:

Um comentário:

  1. Bom dia!

    Tenho uma filha caçula que completou 18 meses há dois dias e achei muito interessante a matéria, reconhecendo minha filhota em muitos ítens!

    Parabéns pela postagem

    Bjs
    Lu

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...