quarta-feira, 8 de junho de 2011

Febre: Um mal Necessário.

A febre avisa que existe algum problema com o organismo
by Roberto M.
O que é febre? Quais os sinais da febre? O que é, como funciona e como usar um termômetro analógico?
Febre nada mais é do que um alarme. Este alarme é dado através do aumento da temperatura do corpo. Sua finalidade é avisar que o organismo não está funcionando normalmente, devido a um problema interno ou provocado por agente agressor externo.

Existem vários sinais indicativos de febre, mas somente podemos medir sua intensidade com um termômetro clínico. Toda vez que a coluna de mercúrio do termômetro ultrapassar a marca dos 37°C, que é considerada a temperatura média normal tomada pela boca, a pessoa está com febre. A temperatura também é tomada através da colocação do termômetro no reto ou sob as axilas. Por isso, é importante saber que a temperatura média normal varia conforme o local onde for colocado o termômetro.

A temperatura considerada normal também varia de pessoa para pessoa e no decorrer do dia. Ela começa mais baixa pela manhã e se eleva um pouco acima do normal no final da tarde.
As pequenas variações de temperatura, desde que inferiores a 38°C e não persistentes, têm pouca significância. Mas se ultrapassar a faixa dos 38°C/38,5°C, é certo que existe algum problema com o organismo, provavelmente uma infecção.

Colocação do Termômetro
Temperatura Média Normal
Sob as axilas
36,5°C
Na boca
37,0°C
No Reto
37,5°C

As infecções, tanto em adultos quanto em crianças, são a principal causa da febre. Por isso, quando a temperatura estiver elevada (normalmente conhecida como febre alta), é necessária a presença de um médico. Somente ele terá condições de detectar o tipo de infecção e tratá-la com medicação adequada.
Enquanto combate o processo infeccioso, o médico procura normalizar a temperatura do corpo com ajuda de medicamentos chamados analgésico-antitérmicos. Afinal, após detectar a causa, é melhor desligar o “alarme”, pois os sintomas da febre (suor, calafrio, moleza, boca seca) são muito desagradáveis

Sinais que indicam febre
Caso o organismo apresente alguns dos sintomas abaixo, é bem provável que esteja febril:
- pele quente;
- suor excessivo;
- respiração lenta ou muito rápida;
- espirro, tosse, rouquidão, boca seca, dor de cabeça, etc.;
Antes de tomar providências com base apenas nestes sinais, é necessário saber qual a temperatura do organismo, usando-se o termômetro.

Como usar o termômetro
O termômetro clínico é um tubo de vidro cilíndrico que contém aprisionado em seu interior o mercúrio (elemento químico).
O mercúrio fica depositado na bolinha chamada bulbo, existente numa das extremidades do termômetro. No termômetro para ser usado sob as axilas ou na boca, o bulbo é fino e comprido. O bulbo do termômetro retal é redondo ou ovalado e mais grosso, justamente para evitar quebra acidental dentro do corpo.

Conforme a temperatura vai aumentando, o mercúrio se dilata e sobe pelo interior do cilindro, formando uma coluna prateada.
A temperatura é indicada pela escala de graus centígrados ou Celsius existente na parte externa do termômetro e graduada de 35°C a 42°C.
Geralmente uma seta (ou marca vermelha na escala) indica a temperatura de 37°C, que é considerada normal. Sempre que a coluna prateada ultrapassar esta marca, haverá febre.

A não ser sob orientação médica, tome sempre a temperatura com o termômetro oral colocado sob a axila. Isto evita acidentes provocados por possível quebra e torna mais fácil a tomada da temperatura, principalmente em crianças.
Antes de tomar a temperatura, segure o termômetro pela extremidade oposta à do bulbo e agite-o, no intuito de fazer o mercúrio da coluna prateada voltar para o interior do bulbo.
Depois de agitar, leia a escala para ter certeza de que a coluna prateada ficou, pelo menos, abaixo dos 36°C.

Enxugue bem o suor da axila. Coloque a parte prateada do termômetro (bulbo) sob o braço. Feche o braço e mantenha-o ligeiramente pressionado contra o corpo durante 2 minutos no mínimo. Em seguida, faça a leitura da temperatura.
Depois de utilizar o termômetro, lave-o com água fria e sabonete, desinfete-o com álcool e guarde fora do alcance de crianças.

Alguns Cuidados que ajudam a baixar a febre
Estas medidas visam principalmente refrescar o organismo que está com a temperatura elevada. Seguidas corretamente, permitem que se obtenha até mesmo uma diminuição de 1°C.
- Mantenha a pessoa deitada numa cama. Com o organismo em repouso, a sensação de fadiga é bem menor.
- Um banho de água morna, durante 20 minutos, ajuda bastante a diminuição da temperatura. Principalmente se estiver acima de 38°C. Depois do banho, não enxugue a água, deixe que ela se evapore da pele. Faça isso longe das correntes de ar.
- Use pouca roupa.
- Evite cobrir a pessoa febril, com cobertores e cobertas muito pesadas. No máximo, use um lençol. Quanto menos coberta melhor para baixar a febre mais rápido.
Nunca é demais lembrar, que é fundamental consultar um médico. Somente o médico pode identificar a causa da febre e prescrever o tratamento adequado.

Artigos Recomendados:

2 comentários:

  1. Oi Telminha querida!
    Aqui está outra super dica e informação valiosa! Essa questão da febre acaba levando muitas pessoas a tomarem as medidas erradas e acentuando ainda mais os problemas. Aprendi na homeopatia que a febre é um bom indicador... só precisamos saber administrá-la e, obviamente, detectar a sua causa. Mas tem gente que acha que a febre em si significa doença, quando na verdade é apenas um alarme.
    Grande beijo, querida! Adorei o post!
    Jackie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só um alarme, como tanbém, ajuda na cura da infecção.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...