segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Como são produzidos Soros e Vacinas no Instituto Butantan.

O Instituto Butantan é o maior produtor de Soros e Vacinas da América Latina. Conheça como são produzidos, lá, os soros antipeçonhentos e outros tipos de soros. Entenda o processo de produção das vacinas.

Através da hiperimunização de cavalos, são produzidos os soros antiofídicos e também outros tipos de soros no Instituto Butantan
by Roberto M.
Como se obtém as vacinas? Como são produzidos os soros antipeçonhentos? E os outros tipos de soros, como são feitos?
Vimos no artigo “Soros e Vacinas. Qual a diferença”, o que são e quais as diferenças entre soros e vacinas. Agora vamos ver como são produzidos esses dois produtos no Instituto Butantan em São Paulo, o maior produtor de soros e vacinas da América Latina.

 Vamos começar falando da produção de soro, de como é o processo para se obter os anticorpos necessários para combater um determinado mal.

Produzindo Soro Antipeçonhento.

- O primeiro passo é a extração do veneno (peçonha) de animais peçonhentos (venenosos) como aranhas, escorpiões, serpentes e taturanas.
- A seguir, a peçonha passa por um processo chamado liofilização. A liofilização serve para desidratar e cristalizar o veneno. Esse veneno liofilizado é o que chamamos antígeno.

- A próxima etapa será a hiperimunização, onde o antígeno diluído é injetado em um cavalo, em doses adequadas, num processo que demora cerca de 40 dias.

- Após os 40 dias, são retiradas amostras de sangue do animal (sangrias exploratórias) a fim de medir o teor de anticorpos produzidos em resposta aos antígenos injetados.
- Quando a sangria exploratória indicar que o teor de anticorpos atingiu o nível desejado, realiza-se a sangria final.

- A sangria final consiste na retirada de cerca de 15 litros de sangue de um cavalo com aproximadamente 500 kg. Essa retirada de sangue é feita em três etapas, com intervalos de 48 horas.

- Os anticorpos estão na parte líquida do sangue (plasma). O soro é obtido purificando-se e concentrando-se esse plasma.

- Os glóbulos vermelhos do sangue (hemácias) são devolvidos ao animal através de uma técnica de reposição desenvolvida no próprio Instituto Butantan. Essa técnica, chamada plasmaferese, reduz os efeitos colaterais produzidos pela sangria do animal.

- A hiperimunização é realizada em cavalos, por serem animais de grande porte e, assim, produzirem grande quantidade de plasma com anticorpos.

- O acompanhamento médico-veterinário desses animais é rigoroso, além de receberem alimentação ricamente balanceada.

- Para concluir o processo, o soro obtido é submetido a vários testes de controle de qualidade: teste de atividade biológica (verifica a quantidade de anticorpos produzidos); teste de inocuidade (verifica se é seguro para uso humano); teste de esterilidade (detecta se houve alguma contaminação durante a produção); teste de pirogênio (detecta a presença do pirogênio, que provoca modificações de temperatura nos pacientes); testes físico-químicos.

Produzindo outros tipos de Soro.

- Os outros soros produzidos no Instituto Butantan são: soros para tratamento de infecções e soros para prevenção de rejeição de órgãos.
- Basicamente esses soros são obtidos pelo mesmo processo dos soros anti-peçonhentos. A diferença está no tipo de substância injetada nos animais para produzir os anticorpos. Enquanto no anti-peçonhento é usado o veneno dos animais peçonhentos, aqui é usado o toxóide preparado com materiais das bactérias (difteria, tétano, botulismo) ou o vírus inativado (raiva)

Produzindo Vacinas.

- As vacinas são fabricadas por outro processo. Elas não têm anticorpos, elas são feitas a partir de microorganismos inativados (ou de suas toxinas) que irão induzir a formação de anticorpos no organismo da pessoa vacinada.
- O processo de fabricação das vacinas, basicamente, abrange a fermentação do material, a detoxificação (retirada das substâncias potencialmente tóxicas ao organismo) e a cromatografia (um método físico-químico de separação de misturas).

Através dos processos descritos acima e com um alto controle de qualidade, aprovado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), O Instituto Butantan desenvolve e produz uma série de imunobiológicos. Veja quais são as vacinas e soros produzidos, no artigo “Saiba quais são as vacinas e os soros produzidos pelo Instituto Butantan
Bibliografia: Série Didática – Número 2 – Divisão de Desenvolvimento Cultural - Instituto Butantan

Artigos Recomendados:

2 comentários:

  1. Eu fui no Butantan a alguns meses com a minha escola chamada Colibri - Tietê! Adorei muito o Butantan!!!

    ResponderExcluir
  2. eu ja fui no butantan no ano passado e gostei m dela por que é bem inderesande

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...