quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Teste de Daltonismo. Deficiência na visão de cores.

Faça o Teste de Cores de Ishihara para Daltônicos e descubra se você tem ou não essa anomalia da visão. As pessoas daltônicas podem ver cores, mas não conseguem fazer a distição entre algumas delas.

Faça o teste e veja se você é Daltônico ou não
by Roberto M.
O que é Daltonismo
Faça o teste e descubra se você é daltônico.
Daltonismo é o termo usado para denominar a falta de sensibilidade de percepção de determinadas cores. As pessoas daltônicas podem ver cores, mas não conseguem fazer a distinção entre alguns pares de cores complementares.


Esse distúrbio, conhecido desde o século XVIII, recebeu esse nome em homenagem a John Dalton, um químico inglês que foi o primeiro cientista a pesquisar a anomalia ocular que ele mesmo era portador.

O daltonismo é também conhecido como discromatopsia ou discromopsia e é uma perturbação normalmente genética.
A deficiência visual das cores vermelho/verde é de longe a forma mais comum de daltonismo, cerca de 99% dos daltônicos têm dificuldades de distinguir essas cores.

A deficiência de visão das cores Azul / Amarelo também existe, mas é bem mais rara.
Outra forma rara de daltonismo é a chamada dicromacia unilateral, que afeta pessoas que têm um olho normal e um olho daltônico.

Existem testes para se detectar a deficiência visual de cores.
O mais comum é o Teste de Cores de Ishihara para Daltônicos (Ishihara Color Test for Color Blindness), que foi desenvolvido pelo oftalmologista japonês Shinobu Ishihara (1879-1963).

Enquanto trabalhava na Escola Médica Militar, ele concebeu um teste para detectar as anomalias de visão de cores nos recrutas.
Esse teste era baseado numa coleção de 38 placas cheias de pontos coloridos em tons diferentes e um número ou linha escondidos com tons de outra cor.

Seu assistente era um médico daltônico que o ajudou a testar as placas.
Veja abaixo 24 placas do Teste de Ishihara e tenha uma idéia da possibilidadade de você ter ou não daltonismo.

Faça o teste. Diga o que você vê em cada placa. 
Para ver a resposta coloque o mouse sobre a figura ou leia logo abaixo de cada placa.

Placa1

Teste de Ishihara - Placa número 1
Placa de controle, qualquer pessoa deve ver um número 12, mesmo as com daltonismo total.

Placa2

Teste de Ishihara - Placa número 2
Quem tem visão normal enxerga um número 8
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 3
Quem tem daltonismo total não vê número algum.

Placa3

Teste de Ishihara - Placa número 3
Quem tem visão normal enxerga um número 29
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 70
Quem tem daltonismo total não vê número algum


Placa4

Teste de Ishihara- Placa número 4
Quem tem visão normal enxerga um número 5
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 2
Quem tem daltonismo total não vê número algum

Placa5

Teste de Ishihara - Placa número 5
Quem tem visão normal enxerga um número 3
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 5
Quem tem daltonismo total não vê número algum

Placa6

Teste de Ishihara - Placa número 6
Quem tem visão normal enxerga um número 15
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 17
Quem tem daltonismo total não vê número algum

Placa7

Teste de Ishihara - Placa número 7
Quem tem visão normal enxerga um número 74
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 21
Quem tem daltonismo total não vê número algum

Placa8

Teste de Ishihara - Placa número 8
Quem tem visão normal enxerga um número 6
Quem é daltônico provavelmente não conseguirá identificar esse número

Placa9

Teste de Ishihara - Placa número 9
Quem tem visão normal enxerga um número 45
Quem é daltônico provavelmente não conseguirá identificar esse número

Placa10

Teste de Ishihara - Placa número 10
Quem tem visão normal enxerga um número 5
Quem é daltônico provavelmente não conseguirá identificar esse número

Placa11

Teste de Ishihara - Placa número 11
Quem tem visão normal enxerga um número 7
Quem é daltônico provavelmente não conseguirá identificar esse número

Placa12

Teste de Ishihara - Placa número 12
Quem tem visão normal enxerga um número 16
Quem é daltônico provavelmente não conseguirá identificar esse número

Placa13

Teste de Ishihara - Placa número 13
Quem tem visão normal enxerga um número 73
Quem é daltônico provavelmente não conseguirá identificar esse número

Placa14

Teste de Ishihara - Placa número 14
Quem tem visão normal não deve identificar número algum
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 5
Quem tem daltonismo total não deve identificar número algum

Placa15

Teste de Ishihara - Placa número 15
Quem tem visão normal não deve identificar número algum
Quem tem deficiência verde/vermelho enxerga um número 45
Quem tem daltonismo total não deve identificar número algum

Placa16

Teste de Ishihara - Placa número 16
Quem tem visão normal enxerga um número 26
Quem tem protanopia (deficiência de vermelho) enxerga um número 6
Quem tem protanomalia (deficiência leve de vermelho) enxerga também, levemente, um número 2
Quem tem deuteranopia (deficiência de verde) enxerga um número 2
Quem tem deuteranomalia (deficiência leve de verde) enxerga também, levemente um número 6

Placa17

Teste de Ishihara - Placa número 17
Quem tem visão normal enxerga um número 42
Quem tem protanopia (deficiência de vermelho) enxerga um número 2
Quem tem protanomalia (deficiência leve de vermelho) enxerga também, levemente, um número 4
Quem tem deuteranopia (deficiência de verde) enxerga um número 4
Quem tem deuteranomalia (deficiência leve de verde) enxerga também, levemente um número 2

Placa18

Teste de Ishihara - Placa número 18
Quem tem visão normal enxerga as linhas roxa e vermelha
Quem tem protanopia (daltônico de vermelho) enxerga a linha roxa somente
Quem tem protanomalia (daltônico leve de vermelho) é capaz de enxergar também, com dificuldade, a linha vermelha
Quem tem deuteranopia (daltônico de verde) enxerga a linha vermelha somente
Quem tem deuteranomalia (daltônico leve de verde) é capaz de enxergar também, com dificuldade, a linha roxa

Placa19

Teste de Ishihara - Placa número 19
Quem tem visão normal não deve identificar linha alguma
Quem tem deficiência verde/vermelho consegue enxergar a linha tortuosa, dependendo da gravidade
Quem tem daltonismo total não deve identificar linha alguma

Placa20

Teste de Ishihara - Placa número 20
Quem tem visão normal, consegue enxergar uma linha tortuosa verde
Quem tem qualquer tipo de daltonismo não consegue enxergar nenhum tipo de linha corretamente

Placa21

Teste de Ishihara - Placa número 21
Quem tem visão normal, consegue enxergar uma linha tortuosa laranja
Quem tem qualquer tipo de daltonismo não consegue enxergar nenhum tipo de linha corretamente

Placa22

Teste de Ishihara - Placa número 22
Quem tem visão normal, consegue enxergar uma linha tortuosas verde-azulada/verde-amarelada
Quem tem daltonismo não consegue enxergar a linha tortuosa corretamente

Placa23

Teste de Ishihara - Placa número 23
Quem tem visão normal, consegue enxergar uma linha tortuosa vermelha e laranja
Quem tem daltonismo não consegue enxergar a linha tortuosa corretamente

Placa24

Teste de Ishihara - Placa número 24
Placa de controle, qualquer pessoa deve ver uma linha tortuosa, mesmo as com daltonismo total

Importante: Este teste não é totalmente preciso, pois pode haver distorsões de cores no monitor, afetando assim, as cores originais. Para ter certeza de um eventual daltonismo, procure orientação médica.

Artigos Recomendados:

75 comentários:

  1. Consegui enxergar alguns no começo mais depois...não vi mais nada uahsuahs...

    ResponderExcluir
  2. "Não vi nada no post." - Steve Wonder

    ResponderExcluir
  3. Genial esse tal médico, Dr. Ishihara, heim? O teste é divertido!
    Nelsina

    ResponderExcluir
  4. Estranho ,parece que sou daltônica XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mulher nao pode ser daltonica, só homen

      Excluir
    2. Olá Sr. Anônimo,
      Acho que o Sr. está um pouqinho enganado.
      Apesar da probabilidade do daltonismo ser maior nos homens, é perfeitamente possível que as mulheres também tenham.
      Essa deficiência é provocada por uma anomalia hereditária recessiva do cromossomo X, ou seja, não tem alelos no cromossomo Y.
      Os homens têm o genótipo XY e as mulheres o genótipo XX.
      O daltonismo é mais comum em homens, que têm apenas um cromossomo X. Ou seja, se esse único for recessivo, já faz o homem daltônico.
      As mulheres possuem dois cromossomos X, o que diminui as chances de serem daltônicas porque, para que isso aconteça, os dois cromossomos têm que ser recessivos.
      Para entender melhor, leia o artigo que escrevi sobre a Genética Hereditária do Daltonismo.

      Excluir
    3. Eu tenho uma professora daltônica

      Excluir
  5. Existe alguma lente para corrigir daltonismo ?? Ja existe alguma correção para daltonico ?? Aguardo Resposta
    Vera
    Santos - Sp.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vera,
      Nós vemos imagens coloridas porque temos três tipos de cones na retina: os que reagem melhor à luz vermelha, os que reagem ao verde e os que reagem ao azul. As cores que percebemos dependem da combinação dos sinais nervosos enviados pelos três tipos de cones.
      Devido a um problema genético, algumas pessoas apresentam ausência ou redução no número de um ou mais tipos de cone. Em consequência, a pessoa tem dificuldade de distinguir certas cores. Chamamos isso de Daltonismo.
      O daltônico enxerga as cores conforme o tipo de cone que possui.

      Não há cura para o daltonismo, mas existem lentes que ajudam a melhorar o contraste entre as cores.

      Há lentes com filtro que auxiliam o portador de deficiência em relação a uma determinada cor.

      Entretanto, o material é muito caro e precisa ser feito personalizadamente, dependendo do grau de identificação de cada cor confundida.

      Mas, há estudiosos do assunto que alegam ainda não existirem comprovações científicas que indiquem o método e, por isso, encaram esse tipo de correção, ainda, com reservas.

      Excluir
  6. muito bom o teste, porem não deveria ter feito pq eu sempre pensei q não tinha aprendido as cores quando criança, depois desse teste percebi q sou um daltônico nato e confesso que estou assustado e com enjoo de ter forçado a vista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noo mano....igualzinho eu =/ ...

      Excluir
    2. eu tambem cara .....

      Excluir
    3. eu tbm achava q eu nao sabia os nomes das cores mais eu descobri q eu era daltonico pq meu avo era o meu tiu é o meu irmao tbm o meu primo tbm e eu sou, eu tenho problema com as cores claras e escuras tipo: azul escuro e roxo normal eu nao sei destiguir qual cor é azul ne roxa eu vejo as duas como se fosse a mesma

      Excluir
  7. tive que provar que sou daltõnico!!!

    ResponderExcluir
  8. Existe possibilidade do daltonismo avancar pra um problema mais serio posteriormente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr. ou Sra Anônimo,
      O daltonismo normalmente é uma doença genética (hereditária)e não tem cura. A pessoa nasce e morre daltônica.
      Entretanto, é importante salientar que o daltonismo não tem nenhuma relação com outras doenças oftalmológicas e não evolui, fica sempre a mesma coisa.

      Excluir
    2. Olá Roberto,

      Concordo com os que dizem que o daltonismo não impede de dirigir, mas diante de um semáforo se não usarmos de outro artifício que não seja as cores, estamos perdidos (sou daltônico, mais precisamente deuteranópico). Tive problemas no teste para tirar minha habilitação, porém o examinador nem notou. Acho que ele na verdade nunca ouviu falar em daltonismo. Meus parentes e amigos dão risada quando eu falo do caso.
      Foi assim:
      Acendeu-se um farol no fundo de uma sala escura, então eu pensei:
      - "Estou ferrado"!
      Duas cores vinham na minha lembrança, que era o vermelho e o amarelo. Mas quando acesas para mim são todas amarelas.
      Perguntou então o examinador:
      -Que cor é este farol?
      - Amarelo! (respondi ao examinador)
      -O que?!!!! (respondeu assustado o examinador).
      Então eu dei uma risadinha e disse:
      -vermelho, vermelho! Onde estou com a cabeça, fui falar vermelho e saiu amarelo sem querer!
      -Ah... (Suspirou aliviado o Examinador).
      Acendeu-se outro farol e eu só me lembrava naquele momento da cor amarela e nem pensava que o verde existia.
      Perguntou novamente o examinador:
      -Que cor é esta?
      -Amarelo! (Respondi tranquilamente).
      O filho da mãe acendeu outro farol e eu quase caí de susto, mas retomei a minha tranquilidade, lembrando que só faltava o verde. E antes que ele me perguntasse já respondi com toda firmeza:
      -Verde, agora é o verde! rsrs
      Consegui passar no teste.
      Após o teste passei na casa do meu sogro e feliz da vida dei a notícia que havia passado no teste.
      Ele perguntou:
      -E agora, quando você estiver na rua como vai fazer no sinal?
      -A princípio eu paro e se alguém buzinar atrás de mim eu sigo. Caso eu esteja atrás de outro veículo eu observo o sinal caso ele não mude de um para o outro eu faço o que o veículo da frente fizer.

      Posteriormente notei que o farol debaixo é verde, do meio é amarelo e o de cima vermelho, quando na vertical. E quando horizontal vermelho, amarelo e verde (esquerda para direita), mas por conta do daltonismo já passei por muitas histórias curiosas e engraçadas. Encaro tudo com muito humor e já consegui enganar muita gente e até médico (clínico geral é lógico) dizendo que enxergo normal. Trabalhei com cabos multicoloridos em empresas de telecomunicações e ainda assim fazia as conexões perfeitamente, mas enquanto os profissionais da área usavam apenas os olhos, eu usava o multímetro. Foram muitos acontecimentos, daria para escrever um livro e fazer as pessoas morrerem de tanto rir.

      Agora falando sério, em um momento que se fala tanto em inclusão porque o DETRAN não adéqua os semáforos também aos daltônicos, ao invés de reprovar os mesmos nos testes com as cores?


      Um abraço,


      Edson Carlos Reis.


      Excluir
    3. Ja foi pensado sobre isso, mas parece ki o custo é muito alto.

      Excluir
    4. custo alto?
      haha eles fazem semaforos de led com cronômetro até, basta cada farol ter, além da cor, uma imagem, por exemplo: verde - uma seta pra cima; amarelo - uma linha horizontal; vermelho - duas linhas verticais paralelas, como um simbolo de "pausa"

      Excluir
    5. até adesivar o semáforo é uma opção

      Excluir
  9. quem tem daltonismo enxergara na placa três um 20 e não um 70

    ResponderExcluir
  10. fiquei assustado confessso,porem virando um pouco para cima a tela do pc enxerguei normalmente

    ResponderExcluir
  11. Ao inves de ver vermelho vi rosa );

    ResponderExcluir
  12. fui hoje ao medico credenciado ao detran e fui enviado para uma junta medica, se caso eu seja réprovado mais uma vez poderei continua dirigindo, eu tenho daltonismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr. Anônimo,
      Para tirar ou renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) todas as pessoas, inclusive os daltônicos, têm de fazer os exames médicos necessários, dentre eles os de visão.
      Através de um exame que utiliza a Tabela de Ishihara, é possível avaliar se o indivíduo é portador ou não de daltonismo.

      A partir daí, será feito um exame diferenciado (Projeção Luminosa)em que as cores verde, vermelho e amarelo aparecerão de forma aleatória.
      Se o indivíduo conseguir acertar todas as cores, ele passa no exame e conseguirá obter sua CNH de qualquer categoria.

      A Resolução nº 80 de 19/11/1998 do Conselho Nacional de Trânsito, exige exame oftalmológico (art. 1º, Anexo I, item 2.1, a).
      Nessa avaliação oftalmológica é exigida visão cromática (item 3.3.4).
      Na definição de visão cromática consta que o candidato deve ser capaz de identificar as cores vermelha, verde e amarela (item 3.8.1).

      Portanto, se você for aprovado nesse segundo exame, poderá ter sua CNH.
      Se for reprovado, infelizmente, não poderá obtê-la, pelo menos por enquanto, pois há muitos movimentos tentando provar que o daltonismo não impossibilita o cidadão de dirigir.

      Excluir
  13. Origado por isso, descobri que sou daltonica por isso enchergo as cores meio distorcidas da realidade como por exemplo o vermelho.

    ResponderExcluir
  14. O ANÔNIMO DE CIMA FOI APROVADO NA JUNTA MÉDICA DO DETRAN, POIS ESTOU NO MESMO DILEMA, QUEM JÁ PASSOU POR ESSE PROBLEME ME AJUDEM, SOU MORADOR DO RJ! DESDE JÁ AGRADEÇO A COLABORAÇÃO...

    ResponderExcluir
  15. Sou um estudante de química analítica e fico extremamente perdido para ver as diferenças entre as cores, más consigo se realizar a prática bem de vagar. É uma "peste" ser daltônico é por isso que Dalton, que era químico, ficava tão inquieto com esse problema.

    ResponderExcluir
  16. na placa 20 eu enxerguei a linha meio estranho :p parece que as voltas grudam uma na outra como se juntassem :p normal isso ?

    ResponderExcluir
  17. Placa 17 - Quem tem protanopia (deficiência de vermelho) enxerga um número 2

    É o meu caso, e para piorar... não sei dizer qual a cor de determinada coisa!

    Amigos ficam me zombando, pedindo para eu dizer que carro é aquele, que cor que seria a camisa do fulano, o boné do fulano!

    Detalhe: Meu pai também é Daltônico...

    QUE RAIVA!

    ResponderExcluir
  18. Obrigado por poder realizar este teste e saber mais afundo sobre meu problema. Prestei varios concursos aos quais fui aprovado nas provas ecritas e em cinco ocasiões fui reprovado em teste de cores... Foi lamentável. Hoje sou funcionário público pela graça de DEUS, embora reprovado no teste... Amigos, em certos momentos fui descriminado, mas agora tenho a resposta exata. Roberto, muito obrigado.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite!
    Roberto, e se eu força a visão decorando cores, treinar ver quadro com cores diversas e que tenha o nome da respectiva cor, ajuda a ter mais persepção? parece besteira mais estou fazendo alguns teste com minha namorada, ela espalha seus esmaltes eu vou falando as cores que eu vejo e com isso ela vai me corrigindo, ajuda em alguma coisa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr Anônimo,
      Sinceramente não sei opinar sobre seus testes.
      De repente até pode ajudar, quem sabe. Às vezes, a força de vontade e a persistência fazem coisas inacreditáveis.
      Você está tendo alguma evolução com isso? Consegue acertar as cores que decorou, tempos depois? Não deixe de nos contar o progresso de suas experiências.

      Excluir
  20. galera recentemente descobri ,quando fui renovar minha carteira, que eu sou daltonico. no teste de ishihara nao acertei uma sequer. mas nas luzes do semaforo, uma a uma, acertei todas. acredito que o CTB deva rever esta questao de confundir as cores, pois na europa há semaforos com figuras pra garantir que o daltonico nao confunda a ordem do mesmo. por exemplo: a luz vermelha é em formato de circulo, a amarela é em formato de um quadrado e a verde no formato triangular. o medico me aprovou, mas me informou que se me mandasse pra uma junta medica eles me reprovariam.

    ResponderExcluir
  21. cara em algumas placas eu não consegui enxergar nada outras levemente e nas normais eu tbm consegui enxergar um pouco O.o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho que sou meio daltonico kkkkkkk

      Excluir
  22. no comerço vir algumas coisa depois nao sera q eu sou meio daltonica ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É quase impossível mulheres serem daltonicas. A deficiencia é no cromossomo y, mulheres só têm xx.

      Excluir
    2. Olá sr. anônimo,
      Acho que o Sr. está um pouquinho enganado. A anomalia do Daltonismo é exatamente o oposto do que o Sr. está falando, ou seja é no cromossomo X e não no Y.
      O cromossomo Y não tem alelos da anomalia recessiva do daltonismo.
      É exatamente por isso que o homem tem maior probabilidade de ser afetado, pois basta ter um gene recessivo que ele já será portador da anomalia.
      A mulher tem menor probabilidade (precisa ter dois genes recessivos para ser daltônica), mas pode ser afetada também.
      Se o Sr. quiser entender esse processo, leia o artigo que escrevi sobre a "Genética Hereditária do Daltonismo".

      Excluir
  23. Fiz o teste e para minha alegria, não sou daltônica!!!

    ResponderExcluir
  24. Fiz o teste normal, vi tudo certo, mas ai cheguei na 19 e vi uma linha tortuosa meio laranjada, bem definida... isso mostra algum problema?

    ResponderExcluir
  25. PUTZ VELHO DEPOIS DE 34 ANOS DESCOBRI QE SOU DALTONICO RENOVANDO A CNH QUE RAIVA

    ResponderExcluir
  26. Sou daltonico, minha esposa que descobriu,agora com este teste descobrimos que tenho deficiência verde/vermelho. Eu + ou - ja desconfiava que meu problema era com o verde e o vermelho.
    E tenho uma duvida se puder me responder,minha esposa diz que o verde e o bege sao cores totalmente diferentes ,para mim as cores sao iguais porem o bege é mais fraco. Isso quer diser algo a mais do que a deficiência verde/vermelho?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  27. Sou Daltônico eu meio que já sabia, pois desde criança nunca soube bem a diferença entra algumas cores, mais no post 3 eu vi o numero 20 e não o 70. após o teste fiquei com tontura e a vista cansada. a uns dois anos atrás eu tive um serio problema de enchaqueca e o neuro mandou eu tomar uma serie de remedios porem nenhum adiantou. será quem haver ?

    ResponderExcluir
  28. Eu consegui enxergar as linhas das placas 20 e 21, porém com muita dificuldade, isso significa que eu posso ter algum grau de daltonismo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fábio,
      Se você conseguiu ver corretamente as linhas tortuosas verde e laranja, é porque, provavelmente, não tenha deficiência visual de cores. Seus cones estão funcionando.
      Para entender melhor como funciona a visão,clique nos links abaixo e leia nossos artigos:

      O Olho Humano. Componentes e Nomenclatura

      Formação da Imagem no Olho Humano.Como funciona nossa visão

      Excluir
  29. Tenho uma dúvida. Alguns eu vi corretamente, outros do jeito daltônico, e teve alguns como o da placa 7 que eu primeiro vi 71 depois vi 74. Teve algumas cores que eu vi errado, mas não cheguei a mudar de cor. Mas sim as tonalidades. Minha avó era daltônica, mas ela confundia aluns tons de verde com alguns tons de vermelho. Eu sou daltônica???

    ResponderExcluir
  30. nao sei se saiu meu post anterior, mas:
    eu tenho deuteranomalia dificuldade leve em tons verde e pretendo fazer o curso para piloto privado de avião, sera que posso ter dificuldades?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcio,
      Infelizmente não sei te responder, pois não conheço as exigências desse curso.

      Excluir
    2. Há algum tempo atrás(Uns 27 anos), quando me alistei na aeronáutica, já com a intenção de ir para o grupamento comando PARA-SAR(Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento), fui reprovado por ser daltônico, pois há o salto de para-quedas e visualização de áreas terrestres e marítimas do avião, e como daltônico não há como distinguir as áreas de pouso.
      Marcio, talvez você encontre dificuldades nesse curso, sim. Vale se informar bem antes.

      Excluir
  31. Só tive problemas com as placas 19 e vinte, isso pode dizer algo?

    ResponderExcluir
  32. Boa noite, sou daltonico mas não sei meu grau de daltonismo.
    meu teste ficou assim:
    01 - 12 ok
    02 - 03 errado
    03 - 29 ok
    04 a 15 - nada
    16 - 6 levemente 2
    17 - so o 2
    18 - somente roxa (so sei que e roxa porque ta escrito)
    19 a 23 - nada
    24 - ok

    qual sera meu grau de daltonismo

    ResponderExcluir
  33. Só consegui ver uns 3 ou 4 corretos outro só o 1 º Número

    ResponderExcluir
  34. Descobri que meu filho de 7 anos é daltonico, achava estranho a confusão q fazia com as cores, no começo até pensei q era preguiça de fazer seus deveres, porém ele não gostava de pintar, e quando pintava, queria alguem falando pra ele quais eram as cores. Levei ele no oftalmo, e foi confirmado, ele é daltonico, confesso que fiquei muito chateada, triste, preferia q fosse comigo, mas vou ajuda lo no que for preciso.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviane, não fique triste, seu filho vai se adaptar. Fique feliz por ele poder ver. Boa sorte.

      Excluir
  35. Viviane, sou daltônico, descobri há pouco tempo, quase no final da minha faculdade de medicina. No entanto, vemos espectros que os outros não veem! Não fique triste, seu filho não tem nenhuma doença grave! Médicos daltônicos que descobriram e ajudaram a esclarecer tudo isso...isso não te dá a ideia, que o "problema" não é tão grave assim?:) Deixe seu filho pintar a vida como quiser, afinal,todos vemos as cores de forma diferente mesmo e por ângulos e incidências que não são idênticas! No final, as meninas vão ficar perguntando tudo pra ele poder responder se está certo ou errado a cor dos vestidos delas...relaxa que ele vai se dar bem com isso, também..;)! haha:)

    ResponderExcluir
  36. nhaaaa Viviane fique tranquila ela não vai sentir muita diferença sou daltonico e se torna super comum , apesar de ele não poder exercer algumas profissões a vida é normal [:

    ResponderExcluir
  37. Não sou daltônica! /õ/
    Acertei tudo! ^^

    ResponderExcluir
  38. Sou daltônico, quase total, verde-vermelho-azul-roxo e, principalmente com todas variações de tonalidades. Tentei, mas não consegui na adolecencia, fazer curso de pintura, porém sempre consegui "sobreviver" e viver bem em todas as outras questões que apareceram. Renovei minha CNH tem dois meses, a qual já tenho por 40 anos, tendo dirigido em diversas cidades, tais como Rio, BH e outras; com certeza a minha atenção deverá ser maior. O maior absurdo é não existir um sistema que permita uma identificação dos sinais de trânsito, tais como setas ou símbolos de figuras (quadrado, círculo, triângulo). é simples, barato e oferece segurança maior.

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde Roberto,
    Sou candidato do Concurso do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, daqui 2 dias vou fazer o teste de Ishihara : não consigo identificar alguns números, mas consigo distinguir normalmente todas as cores no dia-a-dia, se for reprovado posso entrar com recurso? Se sim, como devo proceder? Posso entrar com mandato de segurança?
    Aguardo resposta!
    Grato,
    Guilherme Augusto.

    ResponderExcluir
  40. Se a pessoa daltônica é considerada Deficiente Visual, subtende-se que a pessoa portadora de tal deficiência pode concorrer nas vagas de deficiente?!

    ResponderExcluir
  41. NO SEU TESTE DESCOBRI QUE TENHO DEUTARANOPIA, POR QUE OLHANDO AS PLACAS DE LADO CONSIGO VER MELHOR QUE DE FRENTE, A TRATAMENTO PARA ISTO.

    ResponderExcluir
  42. Esse teste diz que tenho daltonismo de vermelho , mas eu n'ao teho dificuldade de enxergar nenhuma cor.

    ResponderExcluir
  43. Sinto muito por quem tem daltonismo,mas dou graças a Deus por não ser daltônico

    ResponderExcluir
  44. A 23 eu enxerguei so vermelho e um pouco de rosa

    ResponderExcluir
  45. queria saber se quem tem esse problema não pode trabalhar em altura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O daltônico, simplesmente, não consegue distinguir algumas cores. Eles podem ver cores, mas não tem a sensibilidade necessária para perceber alguns pares de cores complementares. Isso nada tem a ver com trabalhar nas alturas. A não ser que o serviço nas alturas exija que se diferencie corretamente as cores.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...