quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Torcicolo Agudo. Dor no pescoço associada à má postura.

Um problema associado à má postura ao dormir, ao trabalhar ou a uma situação de estresse prolongado ou constante, que causa dor e rigidez nos músculos do pescoço.

Homem com torcicolo agudo. Dor e pescoço torto.
by Roberto M.
Torcicolo é o espasmo dos músculos que ficam próximos à coluna cervical, provocado pelo estiramento ou contração prolongada dos músculos do pescoço.
O tipo mais comum de torcicolo é o torcicolo agudo, cujos sintomas mais comuns são a dor e a rigidez no pescoço. O pescoço fica torcido para um dos lados. Geralmente é causado pela má postura ao dormir.
É muito comum acordar com um torcicolo agudo.

Ele desaparece por si só depois de alguns dias. Analgésicos podem aliviar a dor. Exercícios suaves para o pescoço, geralmente, são aconselhados.
Na maior parte deste artigo falaremos sobre o torcicolo agudo comum, entretanto, existem várias outras causas, menos frequentes, de torcicolo, que serão brevemente mencionadas no final.

SINTOMAS E CAUSAS DO TORCICOLO AGUDO

A palavra agudo, significa que os sintomas se desenvolvem, rapidamente, em um curto espaço de tempo, mais frequentemente durante uma noite.
A torção do pescoço (torcicolo) ocorre quando os músculos de apoio do pescoço ficam, em um dos lados, exageradamente doloridos.
A causa do torcicolo agudo, muitas vezes, não é conhecida. Isso pode acontecer em pessoas que nunca tiveram problemas no pescoço anteriormente.

É uma causa comum das dores de pescoço nas pessoas jovens e, geralmente, não é uma enfermidade óbvia. No entanto, podem ser devido a uma pequena distensão ou irritação de um músculo ou ligamento do pescoço.
Algumas razões para a ocorrência do torcicolo incluem:

1 - Sentar ou dormir em uma posição incomum, sem o adequado apoio do pescoço;
2 - Má postura ao olhar para uma tela de computador;
3 - Transportar cargas pesadas desbalanceadamente ​​ (por exemplo, uma mala ou saco de compras).
4 - Permitir que certos músculos do pescoço fiquem expostos ao frio (por exemplo, "dormir em uma corrente de ar”).
É comum as pessoas irem para a cama sentindo-se bem e acordar na manhã seguinte com um torcicolo agudo.

A dor é, normalmente, de um lado do pescoço e a rigidez dos músculos dessa área acaba torcendo o pescoço para um dos lados. As tentativas de endireita-lo são difíceis devido à dor. Ocasionalmente, a dor acontecerá no meio do pescoço.
A dor pode espalhar-se para a parte de trás da cabeça ou do ombro. Os músculos do lado afetado podem ficar sensíveis. A pressão em certas áreas pode desencadear um espasmo do músculo. O movimento do pescoço fica restrito, particularmente de um dos lados.

DIAGNÓSTICO DO TORCICOLO AGUDO

Geralmente, não são necessários exames sofisticados. O diagnóstico de um torcicolo agudo, aquele que vem repentinamente, é feito a partir dos sintomas típicos e uma análise clínica, do pescoço, por um médico.
Os exames clínicos podem confirmar o diagnóstico e, geralmente, excluem as causas mais raras de torcicolo. Testes como um raio-X, normalmente, não são necessários, a menos que haja suspeita de uma condição diferente do torcicolo agudo.

PERSPECTIVAS (PROGNÓSTICO) PARA TORCICOLO AGUDO

O prognóstico é bom. A maioria das vezes, o torcicolo agudo melhora dentro de 24 a 48 horas. No entanto, às vezes, pode demorar até uma semana para que os sintomas desapareçam completamente.
Ocasionalmente, os sintomas duram mais ou voltam (reincidência) em momentos posteriores, sem motivo aparente.

TRATAMENTO PARA TORCICOLO AGUDO

Os objetivos do tratamento são aliviar a dor e tentar reduzir a rigidez nos músculos. Veja abaixo, algumas recomendações:

1 – Exercitar o pescoço para mantê-lo ativo.
Esforçar-se para manter o pescoço movendo-se o mais normalmente possível.
No início, a dor pode ser muito grande, e pode haver a necessidade de interrupções por um dia ou mais. No entanto, é recomendável reiniciar os exercícios, suavemente, logo que se consiga. Não se deve deixar o pescoço endurecer.

Gradualmente tentar aumentar a gama de movimentos do pescoço. De tempos em tempos, mover suavemente o pescoço em várias direções. Fazer isso várias vezes ao dia. Na medida do possível, continuar com atividades normais. Não haverá danos ao pescoço com esses movimentos.

2 – Medicamentos utilizados.
Analgésicos são frequentemente úteis (paracetamol, por exemplo).
Há quem prefira analgésicos com anti-inflamatórios (ibuprofeno, diclofenaco, naproxeno).
Note que esse tipo de medicamento exige a prescrição médica e, algumas pessoas com úlceras estomacais, asma, hipertensão arterial, insuficiência renal ou insuficiência cardíaca podem não ser capazes de tomar anti-inflamatórios.

Há outros tipos de medicamentos que o médico pode prescrever. Um analgésico mais forte, como a codeína, é uma opção se os anti-inflamatórios não atenderem ou não funcionarem bem.
Um relaxante muscular é ocasionalmente prescrito, por alguns dias, se a rigidez nos músculos do pescoço se apresentar com gravidade.

3 - Outros tratamentos
Alguns outros tratamentos e prevenções, que podem ser aconselhados, incluem:

- Uma boa postura pode ajudar. Verificar se a posição de sentar, no trabalho ou no computador, não é errada (ou seja, com a cabeça flexionada para a frente e as costas curvadas para trás). Sentar-se ereto.

- Yoga e pilates ajudam a melhorar a postura do pescoço, mas o seu valor no tratamento da dor do torcicolo é incerto.

- Um travesseiro de apoio firme parece ajudar algumas pessoas quando dormem. Tentar não usar mais de um travesseiro.

- Compressas de calor, que podem ajudar a relaxar a rigidez nos músculos afetados, são úteis para algumas pessoas.

OUTRAS CAUSAS DE TORCICOLO

1 - Distonia cervical
A distonia cervical (também conhecida como torcicolo espasmódico) é um problema em que movimentos anormais desenvolvem-se nos músculos do pescoço. São espasmos dos músculos do pescoço que provocam inclinação lateral, anterior ou posterior da cabeça, ou rotação da mesma, e podem surgir de forma súbita ou, mais frequentemente, gradual. Ela ocorre mais comumente em pessoas com mais de 40 anos.

Não dá para controlar as contrações dos músculos, que produzem movimentos e posturas anormais do pescoço e da cabeça.
A distonia cervical pode variar de leve a grave. Não há cura. No entanto, injeções regulares de toxina botulínica, que paralisam os músculos afetados, são o tratamento mais eficaz.

2 – Causas menos comuns de torcicolo
Mais raramente, o torcicolo ocorre como resultado de outras condições. Estas incluem:

- Infecções da garganta ou das vias aéreas superiores.
Elas podem causar inchaço nos gânglios linfáticos do pescoço ou infecções da pele e tecidos subjacentes. A inflamação pode desencadear um espasmo dos músculos do pescoço.

- Qualquer anomalia ou lesão do pescoço (coluna cervical). Por exemplo, os tumores da coluna cervical ou anormalidades dos vasos sanguíneos.

- Como um efeito colateral de alguns medicamentos - por exemplo, fenotiazinas.

O tratamento para estes tipos de torcicolo depende da causa.
Fonte: Patient.Com – Site de Saúde do Reino Unido.

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...