sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Automutilação ou autoagressão. Uma pessoa fazendo mal a si própria.

Automutilação, autoflagelação ou cutting é quando alguém, intencionalmente, provoca danos ou ferimentos em seu próprio corpo. É uma maneira de enfrentar ou expressar uma angustia emocional irresistível.

Por que as pessoas se automutilam?
by Roberto M.
Às vezes, quando uma pessoa se automutila ou se auto agride, sua intensão é o suicídio, mas, na maioria das vezes, o que ela pretende é punir-se, expressar sua angustia ou aliviar sua tensão insuportável. A automutilação também pode significar um grito de socorro. A automutilação ou cutting é um distúrbio de comportamento que faz com que o paciente agrida o próprio corpo ao sentir profunda tristeza, raiva, nervosismo ou viver um trauma.

Trata-se de um transtorno psiquiátrico grave que exige tratamento, terapia e medicação.
É importante para qualquer pessoa que se auto prejudica procurar ajuda médica. Eles podem tratar qualquer ferimento físico e recomendar uma avaliação mais aprofundada, se necessário.

O médico, normalmente, irá encaminhar o paciente para profissionais de saúde mental para avaliações mais profundas. Desta avaliação sairá a elaboração de um plano de tratamento para o doente.
O tratamento para as pessoas que se automutilam, geralmente, envolve um terapeuta para discutir sentimentos e pensamentos e como estes afetam o comportamento e o bem-estar. Nos casos de depressão, o tratamento poderá envolver medicações antidepressivas.

POR QUE AS PESSOAS SE AUTOMUTILAM

Automutilação é mais comum do que muitas pessoas imaginam, especialmente entre os mais jovens. Uma pesquisa com pessoas com idades entre 15-16 anos realizado no Reino Unido em 2002 estimava que mais de 10% das meninas e mais de 3% dos meninos sofria com a automutilação no ano anterior.

Na maioria dos casos, as pessoas que se automutilavam faziam-no para ajudá-las a lidar com questões emocionais insuportáveis, causadas por problemas, tais como:
- fatores sociais: intimidações, “bullying”, dificuldades no trabalho ou na escola, relações difíceis com amigos ou família.
- traumas: abusos físicos ou sexuais, morte de familiares próximos ou amigos.
- condições de saúde mental: depressão, transtorno de personalidade.

Estes problemas podem levar a uma acumulação de intensos sentimentos de raiva, desespero e auto- ódio.
Embora algumas pessoas que se automutilam estejam em um alto risco de terminar suas vidas, muitas delas não querem o suicídio. Na verdade, a automutilação pode ajudá-las a lidar com a angústia emocional para que não sintam a necessidade de se matar.

TIPOS E SINAIS DE AUTOMUTILAÇÃO

Há muitas maneiras diferentes com as quais as pessoas podem, intencionalmente, prejudicarem-se a si mesmos, tais como:
- cortar ou queimar a própria pele.
- socar-se ou jogar-se contara paredes.
- envenenar-se com altas doses de comprimidos ou medicamentos.
- mau uso de álcool ou drogas.
- passar fome deliberadamente (anorexia nervosa).
- compulsão alimentar (bulimia nervosa).

Muitas vezes, as pessoas tentam manter a automutilação em segredo por causa da vergonha ou medo de serem descobertas. Por exemplo, elas podem encobrir sua pele e evitar discutir o problema.
Por isso, é frequente a família e amigos não notarem quando alguém está se auto prejudicando, para abordarem o assunto, com cuidado e compreensão, e ajudarem.
Os sinais podem incluir lesões e sinais de depressão ou baixa autoestima inexplicáveis​​.

Alguém que está se auto prejudicando pode ferir a si mesmo seriamente, por isso é importante que procure orientação médica sobre o problema e obtenha tratamento ou terapia que possa ajudá-lo a se curar.

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...