quarta-feira, 24 de setembro de 2014

O que é Demência e como ela aparece. Nem toda demência é causada pela doença de Alzheimer.

Demência é um nome genérico que se dá aos problemas relacionados à diminuição da capacidade do cérebro. Existem várias causas para a demência, apenas uma delas é o mal de Alzheimer.

o cérebro e a Demência, que é uma doença mental. Alzheimer é uma delas, existem outras.
by Roberto M.
A demência é uma condição muito comum, mais até do que possamos imaginar.
O risco de desenvolver demência aumenta com o envelhecimento, e a condição geralmente ocorre em pessoas com mais de 65 anos.
Como exemplo, podemos citar uma pesquisa feita no Reino Unido (Inglaterra), que mostra existir hoje, lá, cerca de 800 mil pessoas com demência.


O estudo ainda mostra a tendência de que, uma em cada três pessoas com mais de 65 anos irá desenvolver demência. O número de pessoas com demência está aumentando porque as pessoas estão vivendo mais. Estima-se que até 2021, o número de pessoas com demência no Reino Unido terá aumentado para cerca de 1 milhão.

Se você está se tornando cada vez mais esquecido, principalmente se estiver com mais de 65 anos de idade, isso pode ser um indicativo dos primeiros sinais de demência.
Conforme a pessoa vai envelhecendo, os problemas de memória aparecem naturalmente. É normal a memória ser afetada pela idade, estresse, cansaço ou por certas doenças e medicamentos.

Isso pode ser irritante, mas perfeitamente suportável se acontecer somente de vez em quando.
Mas, se estiver afetando, extremamente, a vida cotidiana e preocupando não só a si próprio, mas também às pessoas do seu relacionamento, uma ajuda médica deve ser procurada.

Diagnóstico precoce é importante

Seu médico irá mostrar as possíveis causas da perda de memória, incluindo aí, talvez, a demência.
Os médicos podem assegurar a ausência da demência, mas, caso ela exista, o diagnóstico precoce pode ajudar a obter o tratamento e apoio corretos.
Além disso, a descoberta precoce pode dar aos familiares e amigos um tempo precioso de ajuste e preparo para as ajudas futuras.
Com o tratamento e apoio corretos, muitas pessoas serão capazes de levar uma vida completamente ativa.
Em um próximo artigo falarei mais sobre o diagnóstico da demência.

O que é demência?

A demência não é uma doença específica, ela é uma síndrome (um grupo de sintomas relacionados) associada à diminuição contínua do cérebro e de suas capacidades.
Isso inclui problemas como:

- perda de memória
- velocidade do raciocínio
- agilidade mental
- linguagem
- compreensão
- julgamento

Pessoas com demência podem se tornar apáticas ou desinteressadas em suas atividades habituais e ter problemas para controlar suas emoções.
Elas podem, também, ter dificuldades no convívio social, perder o interesse em socializar-se e ter aspectos da personalidade alterados.
A pessoa com demência pode perder a empatia (compreensão e compaixão), pode ver ou ouvir coisas inexistentes (alucinações), ou podem fazer afirmações ou declarações falsas.

Como a demência afeta as habilidades mentais de uma pessoa, o demente pode ter dificuldade para planejar e organizar-se. Manter sua independência também pode se tornar um problema.
Uma pessoa com demência, portanto, geralmente precisa da ajuda de amigos e parentes, incluindo a ajuda na tomada de decisões.

Outros sintomas podem incluir:

- crescentes dificuldades com tarefas e atividades que exigem concentração e planejamento
- depressão
- mudanças na personalidade e no humor
- períodos de confusão mental
- dificuldade em encontrar as palavras certas

A maioria dos tipos de demência não tem cura, mas se for detectado precocemente existem maneiras que podem retardá-la e manter a função mental.
Leia mais sobre os sintomas da demência, clicando nesse link.

As causas de demência

A demência é causada por uma lesão no cérebro.
As causas mais comuns de demência são as chamadas doenças neurodegenerativas, e incluem:

- a doença de Alzheimer,
- a demência vascular,
- a demência frontotemporal,
- a demência com corpos de Lewy.

Para exemplificar e dar uma breve descrição, vejamos um comparativo da incidência de cada um dos tipos de demência lá no Reino Unido, segundo o estudo já citado anteriormente:

- 62% dos casos de demência, o tipo mais comum, é a doença de Alzheimer: uma doença física causada por mudanças na estrutura do cérebro e uma escassez de produtos químicos importantes que ajudam com a transmissão de mensagens.
- 17% são casos de demência vascular: causada por problemas no fornecimento de sangue para o cérebro, geralmente devido a um acidente vascular cerebral ou uma série de pequenos acidentes vasculares cerebrais e também pela aterosclerose dos pequenos vasos cerebrais.

- 10% são demência mista: Um tipo de demência em que uma pessoa tem um diagnóstico de ambas as doenças: de Alzheimer e demência vascular.
- 5% são casos de demência com corpos de Lewy: é causada por depósitos de proteínas nas células cerebrais, conduzindo a sintomas semelhantes ao da doença de Alzheimer e doença de Parkinson.

- 3% são casos de demência frontotemporal: Rara quando todas as idades são levados em conta, mas relativamente comum em pessoas com menos de 65 anos. É uma doença causada por lesão e encolhimento em duas áreas do cérebro. As regiões do cérebro afetadas são chamadas lobo temporal e lobo frontal.
- 3% restantes são casos raros de demência: Existem muitas doenças mais raras e síndromes que podem conduzir à demência ou quadros de demência, incluindo a doença de Parkinson, a degeneração córtico-basal e a doença de Creutzfeldt-Jakob.


Demência Precoce ou Esquizofrenia

Embora, muitas vezes, se confunda as demências neurodegenerativas descritas acima com a esquizofrenia, elas são doenças um pouco distintas, com diferentes causas e sintomas.
Ambas as condições estão associadas a deficit cognitivo, ou seja, perdas de memória, disfunções cerebrais e de pensamento. Entretanto, na esquizofrenia, esses problemas, geralmente, têm um pouco menos de gravidade.

Diferentemente das demências tradicionais descritas acima, que são doenças que, normalmente, aparecem na velhice, a esquizofrenia, também conhecida como demência precoce, aparece durante a adolescência ou início da idade adulta.
Em outros artigos falarei, especificamente, da esquizofrenia, seus sintomas e causas.

No próximo artigo falarei, mais detalhadamente, sobre os diferentes tipos de demência e quais são as causas de cada tipo de doença mental. Acompanhem.
Fontes: 1) Alzheimer's Society
            2) All about dementia – NHS Choices

Artigos Recomendados:

Um comentário:

  1. Interessantíssima essa série, heim? Hoje o que mais tememos é o tal de Mal de Alzheimer, mas não é só esse mal que nos ameaça, não é? Vamos acompanhar seus artigos com muita atenção. Nelsina Ventura

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...