quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Anorexia Nervosa. Visão Geral sobre a doença. Causas, sintomas e tratamentos

A anorexia nervosa é um transtorno alimentar. Uma pessoa com anorexia nervosa deliberadamente quer perder peso e, frequentemente, faz com que a preocupação com a alimentação domine sua vida.

Anorexia Nervosa. Visão Geral sobre a doença
by Roberto M.
Etimologicamente, o termo anorexia deriva do grego "an-", deficiência ou ausência de, e "-orexis", apetite.
Já a denominação mais específica "anorexia nervosa" refere-se à forma peculiar da doença que afeta principalmente mulheres jovens e caracteriza-se por emagrecimento extremo cuja falta de apetite é decorrente de um estado mental mórbido e não a qualquer disfunção gástrica.

Atualmente o termo "anorexia" não é utilizado em seu sentido etimológico para a "anorexia nervosa", visto que pacientes anoréxicos não apresentam real perda de apetite até estágios mais avançados da doença, mas sim uma recusa alimentar deliberada, com intuito de emagrecer ou por medo de engordar.

Desse modo, podemos dizer que, a anorexia nervosa é um distúrbio alimentar caracterizado pela restrição persistente na ingestão de alimentos, pelo medo intenso de ganhar peso e por distúrbios no peso ou forma como indivíduo enxerga o próprio corpo.
A perda de peso pode tornar-se grave e potencialmente fatal. O tratamento inclui conselhos sobre como comer, monitorar mudanças de peso, terapia familiar e terapias de conversa , como terapia cognitivo-comportamental (TCC).

O QUE É ANOREXIA NERVOSA

Anorexia nervosa (muitas vezes chamada simplesmente de anorexia) é um transtorno alimentar.
É dez vezes mais comum em mulheres do que em homens. A maioria das vezes começa durante a adolescência. Cerca de 9 entre cada 1000 mulheres desenvolvem características de anorexia em algum momento de suas vidas.

Pessoas com anorexia geralmente acham que não podem se sentir satisfeitas após as refeições. Isso significa que restringem a quantidade que comem e bebem.
Pessoas com anorexia estão sempre com o peso abaixo do normal. Às vezes, o peso apresenta-se tão baixo que acaba tornando-se perigoso para a saúde do indivíduo.

SINTOMAS DA ANOREXIA

1 – Perda deliberada de peso
Esse é o principal sintoma. Pessoas com anorexia perdem peso evitando alimentos que engordam ou mesmo qualquer tipo de alimentos. O anoréxico limita as quantidades de comida e bebida que ingere, a fim de controlar o aspecto do seu corpo. Frequentemente finge, perante outras pessoas, que está comendo muito mais do que realmente está.
Além disso, o anoréxico pode usar outras maneiras para emagrecer, como o excesso de exercícios físicos. Pode, também, forçar o vômito após a alimentação, tomar laxantes ou mesmo tomar medicamentos para supressão do apetite ou comprimidos de diuréticos.

Se o anoréxico for um adolescente e ainda está em fase de crescimento, ele pode não estar perdendo peso mas não estar ganhando como deveria. O resultado será o mesmo, ou seja, o peso estará abaixo do normal para a respectiva idade e altura.
Pessoas com anorexia geralmente estão 15% ou mais abaixo do peso esperado para sua idade, sexo e altura.

O índice de massa corporal (IMC) é calculado pelo peso (em quilogramas) dividido pelo quadrado da altura (em metros). Por exemplo, se o peso é 66kg e a altura 1,7m, então o IMC seria 66 / (1,7 x 1,7) = 22,8. (Leia: “Obesidade e Índice de Massa Corpóreo.“)
Um IMC normal para um adulto está entre 18,5 e 25. Acima disso, haverá sobrepeso e, abaixo, estará abaixo do peso normal. Adultos com anorexia têm um IMC inferior a 17,5. Para pessoas com menos de 18 anos de idade, o peso normal é avaliado usando gráficos especiais de IMC relacionados à idade.

O anoréxico sente extrema necessidade de controlar seu peso e a forma de seu corpo. No entanto, com o tempo, a anorexia é que assume o controle da própria pessoa. Depois de algum tempo, pode tornar-se muito difícil fazer escolhas saudáveis ​​e normais sobre a quantidade e os tipos de alimentos que deveriam ser consumidos.

2 - Uma imagem irreal do tamanho do próprio corpo
Pessoas com anorexia pensam que são gordas quando, na realidade, são muito magras. Embora outras pessoas as vejam como magras ou abaixo do peso, é muito difícil para elas admitirem isso. É provável que tenham um medo severo (como uma fobia) de ganhar peso. Pessoas com anorexia irão fazer o máximo para evitar ganho de peso.

Estudos mostram que, um anoréxico ao olhar para si mesmo no espelho enxerga diferente do que outras pessoas enxergam. Se for convidado a desenhar, ou combinar uma imagem de computador, ao que acha que se parece, provavelmente, acharia que é maior do que realmente é.

3 - Outras características
É comum para pessoa com anorexia:
- Vomitar secretamente depois de comer.
- Tentar, fortemente, esconder sua magreza,  por exemplo, usando roupas largas ou colocando objetos pesados ​​em seus bolsos quando for se pesar.
- Tendência a não falar a verdade sobre o quanto come e tudo o que for relacionado a comida.
- Gostar de comida e sentir fome. No entanto, são as consequências do ato de comer que assustam.
- Ficar obcecada com o que as outras pessoas estão comendo.
- Geralmente se restringe a certos tipos de alimentos. Alimentar-se pode até se tornar como um ritual. Por exemplo, cada vez que  come, tem que cortar sua comida em pedaços muito pequenos.
- Pensar o tempo inteiro sobre o seu peso e até pesar-se todos os dias ou até mesmo várias vezes por dia.

4 - Sintomas físicos causados ​​pelo baixo peso corporal e/ou pela dieta fraca
Estes são muitos, mas podem incluir:
- Exaustão.
- Tonturas ou desmaios.
- Sentir frio durante a maior parte do tempo.
- Padrões de sono irregulares.
- Baixa concentração.

RISCOS PARA A SAÚDE DO ANORÉXICO

É muito perigoso deixar a voz da anorexia convencer que é necessário perder peso para ser saudável. A insuficiência de peso é extremamente insalubre e pode prejudicar a saúde e até mesmo levar à morte.
Os riscos para a saúde são causados pela falta de alimentação (inanição) e pelos métodos utilizados para se livrar dos alimentos comidos (vômitos, laxantes em excesso, etc.). Literalmente, os órgãos do corpo (como músculos, cérebro e coração) são privados da energia que precisam para funcionar.

Os problemas que podem ocorrer incluem:
1 – Períodos de menstruação irregulares
Muitas mulheres com anorexia têm menstruação irregular, pois os níveis hormonais podem ser afetados pela má alimentação. Seus períodos podem até parar completamente ou eles podem até nunca começarem, especialmente se o problema de alimentação teve início numa idade precoce. Algumas mulheres com anorexia podem ser incapazes de ter um bebê (ser infértil).

2 - Desequilíbrios químicos no corpo
Estes são causados ​​por vômitos repetidos ou pelo uso excessivo de laxantes. Por exemplo, um baixo teor de potássio que pode causar cansaço, fraqueza, ritmos cardíacos anormais, danos nos rins e convulsões.
Baixos níveis de cálcio podem levar a espasmos musculares (tetania).
A anorexia também pode causar baixos níveis de açúcar (Leia: “Hipoglicemia. Baixo nível de glicose no sangue.“)

3 – Osteoporose
A osteoporose é causada por falta de cálcio e vitamina D e pode levar, facilmente, a fraturas nos ossos. Além disso, o risco de uma osteoporose mais severa aumenta para mulheres cujas menstruação tenha parado. Isso ocorre porque o estrogênio do corpo protege os ossos contra a osteoporose e os níveis de estrogênio do corpo diminuem quando a menstruação para. (Leia: “Osteoporose: é bem melhor prevenir.”)

4 - Problemas intestinais
Problemas intestinais são comuns para pessoas com anorexia.
O anoréxico pode sentir-se com sensação de indigestão depois de comer, inchado ou nauseado. Pode sentir as dores da indigestão e / ou dor de barriga (abdominal).
A constipação é comum porque não se está comendo ou bebendo o suficiente para que o intestino funcione corretamente. (Leia: “Você sofre de Prisão de Ventre? Sete causas e sete dicas para alívio da constipação.“).

Pode haver problemas quando se toma muito laxante. Os laxantes podem danificar o músculo intestinal e as terminações nervosas. Isso pode, eventualmente, resultar em constipação permanente e também, às vezes, em dores abdominais.

5 - Inchaço das mãos, dos pés e do rosto
Isso geralmente é devido a distúrbios com os fluidos do corpo.

6 - Problemas nos dentes
Estes podem ser causados ​​pelo ácido do estômago, devido aos vômitos repetidos, que apodrecem o esmalte dos dentes.

7 – Anemia
Ter uma dieta com baixo teor de ferro pode levar à anemia. Isso pode fazer com que o anoréxico se sinta mais fraco e cansado do que o normal. Podem ocorrer tonturas e desmaios. (Leia: “Anemia. Uma das doenças do sangue.”)

8 – Depressão
É comum sentir-se deprimido quando se tem anorexia. Algumas pessoas desenvolvem depressão clínica, que podem responder bem ao tratamento. É importante conversar com o médico sobre quaisquer sintomas de depressão que surja. Muitas pessoas podem se tornar mais temperamentais ou irritáveis.

9 - Problemas cardíacos
A anorexia pode causar problemas no coração e na circulação. Os problemas incluem vazamento de válvulas cardíacas, baixa pressão arterial, baixa frequência cardíaca e ritmos cardíacos anormais.

10 – Infecções
No anoréxico, o sistema de defesa do corpo também não funciona e é muito provável que as infecções se desenvolvam.

11 - Problemas de cabelo e pele
O anoréxico pode ter uma excessiva queda de cabelos e, também, o cabelo em sua cabeça começar a ficar mais fino. Muitas pessoas com anorexia podem ter a pele seca e áspera.

QUAL É A CAUSA DA ANOREXIA NERVOSA

A causa exata não é totalmente compreendida. Parte da causa é o medo de engordar, mas não é simplesmente isso. Diferentes causas, possivelmente, funcionam juntas para criar a condição.

Estas podem incluir:
1 - A pressão da sociedade e da mídia para que se seja  magro é pensada como um dos fatores. É provavelmente por isso que a anorexia é muito mais comum nos países ocidentalizados.

2 - Personalidade e ambiente familiar provavelmente também desempenham um papel. As pessoas com anorexia muitas vezes têm pouca auto-estima (e não muita autoconfiança) e geralmente sentem que precisam ser perfeccionistas. Muitas vezes, há relacionamentos familiares perturbados. Todos os tipos de emoções, sentimentos e atitudes podem contribuir para causar anorexia. Eventos traumáticos como o abuso sexual podem tornar a anorexia mais provável, assim como algumas experiências de dieta.

3 - Pode haver algum fator genético. Alguns estudos de famílias com gêmeos idênticos mostraram que, se um gêmeo tiver anorexia, o outro tem 50% de chance de também ter. No entanto, nem todos os estudos têm a mesma constatação, por isso não se sabe até que ponto os fatores genéticos estão envolvidos.

4 - Alterações cerebrais foram encontradas em pessoas com anorexia. Não se sabe se estas alterações são o resultado da fome, ou se são as alterações que estão envolvidas na causa da anorexia.

SÃO NECESSÁRIOS TESTES PARA A ANOREXIA?

Embora não haja teste para diagnosticar anorexia, o médico pode querer fazer alguns testes. Estes podem incluir exames de sangue para verificar as complicações da anorexia. Por exemplo: anemia, baixos níveis de potássio, problemas nos rins ou no fígado ou um baixo nível de glicose. Um rastreamento cardíaco (eletrocardiograma) pode ser aconselhável para verificar um eventual ritmo cardíaco irregular.

TRATAMENTO DA ANOREXIA NERVOSA

O objetivo do tratamento é:
- Reduzir o risco de danos (e morte) que podem ser causados pela anorexia.
- Incentivar o aumento de peso e alimentação saudável.
- Reduzir outros sintomas e problemas relacionados.
- Ajudar as pessoas a se tornarem física e mentalmente mais fortes.

Se existir a suspeita de anorexia, o paciente deverá ser encaminhado para uma equipe especializada de transtornos alimentares. Esta deverá ser uma equipe também especializada em saúde mental que poderá incluir psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas e outros profissionais.

Geralmente isso envolverá consultas ambulatoriais. Ocasionalmente, caso a anorexia seja muito grave ou tenha complicações médicas, poderá haver a internação em uma unidade especializada de transtorno alimentar ou uma enfermaria médica no hospital. A medicação não é geralmente necessária no tratamento da anorexia.

Os tipos de tratamentos que podem ser oferecidos incluem o seguinte:
1 - Ajuda com a alimentação
O melhor é ter refeições regulares. Mesmo que só se coma refeições pequenas, é benéfico para o corpo comer pelo menos três vezes por dia. O paciente deve tentar ser honesto (com ele mesmo e com outras pessoas) sobre a quantidade de alimentos que está comendo. Deve reduzir o número de vezes em que se pesa; Tentar pesar-se apenas uma vez por semana.

O especialista em distúrbios alimentares pode sugerir que se mantenha um diário alimentar para escrever todos os alimentos que se come. Fará um controle de peso em intervalos regulares, e assim o anoréxico poderá ver a relação entre o que come e o efeito sobre seu peso. Os médicos também aconselharão sobre quanto comer, qual deve ser o objetivo de peso saudável e como alcançá-lo de forma segura e em que período de tempo.

2 - Terapia familiar focalizada na anorexia
Para os pacientes com menos de 18 anos, é provável que pais ou cuidadores estejam envolvidos de perto neste processo. Nos estágios iniciais da terapia, eles terão mais controle sobre escolhas alimentares. À medida que o paciente começa a se recuperar e se tornar capaz de tomar decisões racionais e saudáveis, mais independência e controle sobre o que come é devolvido a ele.

As sessões com o especialista serão regulares e incluirão:
- Manter um diário de alimentação
- Pesagens regulares
- Informações sobre as maneiras pelas quais a anorexia prejudica sua saúde.
- Ajuda a motivar a recuperação
- Garantir para o paciente e para a família que ninguém é culpado pela anorexia. É uma doença e não há culpa de ninguém, nem do paciente nem de nenhum membro da família.

3 - Tratamentos psicológicos (terapias de conversa)
Exemplos de terapias de conversa utilizadas são: a terapia comportamental cognitiva (TCC) e a terapia psicodinâmica focal. As famílias serão envolvidas na terapia, tanto quanto possível, especialmente para jovens com anorexia.

As terapias de conversa ajudam a examinar os motivos pelos quais o paciente pode ter desenvolvido a anorexia. Elas visam mudar qualquer opinião falsa que se possa ter sobre o peso e o corpo, e para ajudar a mostrar como identificar e lidar com problemas emocionais.

As terapias de conversa levam tempo e normalmente requerem sessões regulares ao longo de vários meses. O tratamento também pode envolver outros membros da família indo para reuniões para discutir quaisquer problemas familiares.

4 - Tratamento de problemas físicos ou dentários que possam ocorrer
Isso pode incluir tomar suplementos de potássio, ter cuidados dentários e tentar não usar laxantes ou comprimidos diuréticos. Tomar hormônios pode ser recomendado (por exemplo, a pílula contraceptiva oral) para aumentar os níveis de estrogênio do corpo. Outros comprimidos podem ser recomendados para ajudar a fortalecer os ossos.

PROGNÓSTICOS ANOREXIA NERVOSA

Com o tratamento, a anorexia pode levar muitas semanas ou meses para melhorar. Em alguns casos, pode levar vários anos para que as pessoas com anorexia se tornem completamente melhores.

Muitas pessoas sentem que ainda têm problemas com os alimentos, mesmo após o tratamento, mas estão mais no controle e podem levar vidas mais felizes e mais bem sucedidas.
Cerca de metade de todas as pessoas com anorexia (50%) ficam completamente curadas. Cerca de 30% melhoram, com a anorexia tendo menos impacto em suas vidas e cerca de 20% continuam a viver com o transtorno alimentar.

Infelizmente, algumas pessoas com anorexia morrem de causas relacionadas à doença. Estima-se que cerca de 3% das pessoas com anorexia morrem. As causas da morte incluem infecções, falta de fluido no corpo (desidratação), desequilíbrios químicos no sangue (como baixos níveis de potássio) e até mesmo suicídios.

A anorexia é uma condição séria, por isso é importante buscar ajuda o mais rápido possível. Quanto mais cedo for iniciado o tratamento maior será a chance de se ter uma recuperação completa.

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...