segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Shantala. Massagem no bebê, um toque de carinho.

Shantala é uma técnica de massagem que visa garantir a continuidade da interação entre mãe e filho para que ele se adapte mais failmente à vida fora do útero. Conheça a ténica e os benefícios desse método que aumenta o vínculo afetivo entre pais e bebês

Shantala. Um encontro entre pais e bebê
by Roberto M.
Shantala é uma técnica de massagem para bebês indiana. É uma técnica milenar, que sempre foi conhecida entre as mães indianas e transmitida normalmente de mãe para filha sem ter um nome específico.
Fréderick Leboier, um médico obstetra francês, foi o responsável por difundir a técnica para o resto do mundo.

COMO SURGIU

Certa vez, em 1976, viajando pela Índia, Leboier descobriu a massagem nas ruas de Calcutá. Viu uma mulher paraplégica massageando seu filho numa calçada e ficou encantado com os movimentos dela, interagindo com seu bebê.

A beleza e a harmonia dos movimentos antagonizavam a completa hostilidade do ambiente local. Leboier mudou o rumo de sua visita à Índia. Passou a observar a mulher por vários dias. O que ela fazia era pura poesia, sempre uma mesma seqüência de movimentos com firmeza, suavidade e muito cuidado.

Solicitou, então, permissão para fotografá-la e filmá-la. Solicitou que lhe ensinasse a técnica. Ela lhe explicou os procedimentos e aceitou ser fotografada.

Leboier fez com que as fotos exprimissem toda a profundidade de carinho e amor envolvidos e divulgou a técnica para o mundo ocidental.
A massagem foi batizada com o nome da mulher que protagonizou o estudo de Leboier: SHANTALA.

Shantala nos pés do bebê

Graças à divulgação de Leboier, inclusive com a publicação de um livro (Shantala, massagem para bebês: uma arte tradicional), a shantala vem se popularizando cada vez mais. A cada dia cresce o número de pesquisas que objetivam comprovar seus benefícios.

Mas independente de pesquisas e comprovações, o que encanta mesmo é o aprofundamento do vínculo afetivo entre pais e bebês.

A TÉCNICA

A shantala é uma técnica de massagem em que o objetivo principal é garantir a continuidade da interação entre mãe e filho, para que ele se adapte mais facilmente à vida fora do útero. Por meio do tato, a criança percebe que não perdeu o amparo, o amor e a segurança proporcionados pela mãe.

A massagem é feita sem pressão, por meio de rotações e deslizamentos das mãos da mamãe no corpo da criança. É bom sempre utilizar algumas gotinhas de óleo vegetal para que o deslizamento seja melhor.

Shantala, um toque de carinho nas costas do bebê

O momento e o local da massagem devem ser escolhidos com carinho. Há sempre o melhor momento para se executar a shantala, a hora deve ser aquela em que a mãe esteja tranqüila e com a atenção voltada apenas para o bebê. O local precisa estar numa temperatura agradável, o silêncio ou uma música tranqüila facilitam a interação.
Normalmente, o procedimento não leva mais de 20 minutos e pode ser feito todos os dias.

BENEFÍCIOS

O toque proporciona um aumento da auto-estima, o que fortalece as defesas do corpo, aumenta a imunidade.

A shantala estimula o bom desenvolvimento psíquico e emocional, equilibra o sistema neurológico.
Incita as funções físicas: desenvolve a coordenação motora, estimula a musculatura e as articulações, alonga o corpo e promove a eliminação de tensões. Melhora a digestão, previne e alivia cólicas intestinais. É benéfica para a respiração, ativa a circulação e facilita o sono.

Aplicar shantala no bebê estabelece laços mais fortes entre mãe e filho, ambos se fortalecem na relação.
Shantala torna a criança tranqüila, mais feliz e saudável.

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...