segunda-feira, 23 de maio de 2011

“Oxi”. A droga devastadora que veio para matar.

by Roberto M.
O que é oxi? Como é feito o oxi? Quais os perigos do oxi?
Mais uma fonte de destruição para o ser humano está surgindo, e agora com um poder letal muito maior.
O “oxi” , assim como o crack, é uma droga que serve como variante para o consumo da cocaína, só que com vários agravantes: é muito mais barata e com um poder mais devastador e letal do que o temível crack.

 Na fabricação do oxi são usados restos da pasta base de cocaína, mas ao invés de adicionarem bicarbonato no processo de elaboração, os traficantes adicionam querosene e cal virgem, produtos mais baratos e fáceis de encontrar. Dependendo da quantidade de querosene ou cal adicionados ao processo, a pedra da droga tenderá para uma cor mais amarelada ou mais branca.

Mas outra particularidade do oxi anda assustando os profissionais de saúde: os componentes da droga variam de acordo com a disponibilidade “caseira” do traficante. Encontra-se a presença de materiais facilmente encontrados em lojas de materiais de construção, tais como, cimento, ácido sulfúrico e soda cáustica. Toda essa variedade amplifica o poder maligno da droga, aumentando os riscos à saúde e dificultando o tratamento.

Devido à toxicidade desses aditivos, os usuários que usam constantemente essa droga correm um risco muito maior. Em um período de consumo menor que um ano a porcentagem de óbitos é cerca de 30% dos casos, segundo pesquisa conduzida por Álvaro Mendes, da Associação Brasileira de Redução de Danos, em parceria com o Ministério da Saúde.

No longo prazo, o risco de óbito é muito maior e, além disso, o uso contínuo do oxi provoca reações intensas: vômito, diarréia, lesões precoces no sistema nervoso central e degeneração das funções hepáticas.

Na concepção do oxi, os traficantes pensaram em atrair os dependentes de menor poder aquisitivo ou até mesmo empobrecidos pelo uso do crack, e por isso a probabilidade de disseminação é muito maior. Quando surge uma droga mais poderosa, mais barata e fácil de produzir, a tendência é que ela se dissemine rapidamente.

Essa terrível droga entrou no Brasil pela fronteira da Bolívia com o Acre, se popularizou na região norte do país, mas está espalhando seus malefícios, também pelas cidades do Centro-Oeste. Já está presente no próprio Acre, no Amapá, Pará, Amazonas, Maranhão, Piauí, Paraíba, Brasília e Goiás.

Entretanto, o oxi já está chegando ao Sudeste. O que até agora era estado de alerta da polícia, para a possibilidade da entrada da droga no Estado de São Paulo, já se tornou realidade. A polícia da capital paulista prendeu no dia 05 de maio de 2011 um casal que carregava uma pedra de meio quilo de oxi.
Vai ser necessário muito cuidado, empenho e abnegação no combate a mais esse flagelo que está surgindo. 

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...