quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Endoscopia digestiva recente impede a doação de sangue. Por quê?

A endoscopia digestiva recente é impeditiva para a doação de sangue, pois existe riscos de contaminação pela hepatite C
by Telma M.
Sempre que alguém vai doar sangue, precisa preencher um formulário cheio de perguntas.
Uma dessas perguntas diz respeito a exames de endoscopia digestiva.
Se você fez endoscopia nos últimos doze meses (para alguns laboratórios esse prazo é de 06 meses), com certeza será recusado como doador de sangue. Quem fez endoscopia digestiva recentemente não pode doar sangue.

Qual é o motivo de não aceitarem doadores que fizeram endoscopia? Esse exame é contagioso para algum tipo de doença? Qual será a doença? Qual será o motivo do contágio?

Comecei então a pesquisar o porquê do doador de sangue ficar impossibilitado de doar no caso de ter feito exames endoscópicos nos últimos doze meses.
Descobri que a endoscopia digestiva pode ser um modo de transmissão do vírus da Hepatite C, entre muitas outras doenças.

Foi feito um estudo no Rio de Janeiro, no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) da FIOCRUZ, onde se verificou a possibilidade do vírus da Hepatite C ser transmitido durante esse exame.

Para fazer a endoscopia, é utilizado um aparelho composto por um tubo conectado a lentes e sistemas de iluminação. Esse aparelho é introduzido dentro do nosso organismo para visualizar possíveis problemas de saúde.

A endoscopia digestiva faz a exploração do tubo digestivo. Durante o exame o aparelho pode entrar em contato com sangue e fluídos corporais e, se o paciente estiver contaminado com o vírus da Hepatite, o aparelho ficará contaminado.

Após cada exame, o aparelho deve ser higienizado adequadamente, mas é exatamente aí que surge o problema. Essa higienização não tem oferecido a segurança necessária, pois do contrário o sangue desses pacientes não seria recusado nas eventuais doações.

O tempo de seis meses a um ano é importante porque, caso a doença tenha sido adquirida, esse período servirá para que seja detectada.
Existe um período chamado de “janela imunológica” durante o qual as infecções nem sempre são detectadas nos exames.

Embora o indivíduo já esteja contaminado, o corpo ainda não produz anticorpos suficientes para serem detectados nos testes de triagem sorológica.

Triagem sorológica – o que significa isso?
O sangue coletado para doação é submetido a vários testes destinados a comprovar que ele é um sangue livre de doenças transmissíveis.
Esse procedimento é conhecido por “triagem sorológica” porque os testes são feitos usando o soro sangue.

Cada doença possui um período diferente para começar a ser detectada pelos testes, pois a produção de anticorpos é variável. Doze meses é um espaço de tempo considerado suficiente e com uma boa margem de segurança, para englobar as diversas doenças transmissíveis pelo sangue.

É por isso que as pessoas que fizeram endoscopia digestiva não podem doar sangue antes de decorridos doze meses do exame.

A sinceridade das informações que o doador fornece ao fazer sua doação são muito importantes, pois elas servem para complementar os dados que o centro de saúde necessita para identificar eventuais situações de risco de infecções transmissíveis.
 
Artigos Recomendados:

22 comentários:

  1. EU ACHO QUE DEVERIA SER MAIS ESCLARECIDO PARA OS DOADORES ESSE TIPO DE IMPEDIMENTO POIS O PROCESSO É DEMORADO, O POSSIVEL DOADOR SE PREPARA MAS NÃO ESTA DEVIDAMENTE INFORMADO SOBRE O ASSUNTO SAO MUITAS AS DUVIDAS E OS HEMOCENTROS NÃO ESCLARENCEM, PRA MIM TEM UMA FALHA NO SISTEMA ISSO AFASTA OS DOADORES, JA TENTEI POR DUAS VEZES DOAR E NÃO CONSEGUI POR FALTA DE INFORMÇÃO ADEQUADA E TEM O LADO EMOCIONAL QUE FICA SIM ABALADO POIS A GENTE VAI NA INTENSÃO DE AJUDAR E QUANDO NÃO CONSEGUE DOAR O SANGUE A SENSAÇÃO É MUITO RUIM. TALVES ESSA TENHA SIDO A ULTIMA VEZ QUE EU TENTEI.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você, tentei doar sangue por duas vezes e não consegui, segundo a enfermeira que mediu minha pressão, ela disse que eu estava muito ansiosa e meu batimento cardíaco apresentou alteração, enfim fiquei muito abalada e sem vontade nenhuma de voltar para doar.

      Excluir
  2. Concordo com o anônimo acima. Acredito que a falta de informação afaste as pessoas, e, para as mais curiosas, a falta dos "por quês" afasta ainda mais. Fico triste, pois meu tipo sanguíneo é O negativo.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, já faz tempo que estou tentando doar sangue mas não consigo. Agendamentos online já fiz vários mas aquele sistema online não funciona. Tentei ligar para um telefone que estava no site do hemominas mas caiu num depósito de materiais. Finalmente descobri que podia ligar no 155. Obtive essa informação sobre a endoscopia e fiz com menos de seis meses... então é esperar ou desistir. Incrivel como eles gastam rios de dinheiro fazendo propaganda para captar doadores mas dificultam a doação. Infelizmente é um serviço público, aí está o problema.

    ResponderExcluir
  4. Sempre doei sangue e nesta ulyima vez fui barrada por causa da endoscopia... Acho que ao chegar a pessoa ja deveria saber exatamente o que não a deixaria doar, gastei 2 horas fazendo os exames de triagem e a entrevista, sai frustrada e acho que não volto. E outra e se eu mentisse e falasse que não fiz a tal da endoscopia? Eu doaria... Por isso.os bancos de.sangue estão sempre com falta de.estoque em estado crítico!

    ResponderExcluir
  5. Pode crer, aconteceu exatamente o mesmo comigo!

    ResponderExcluir
  6. Gente,hoje as informações estão acessíveis na internet, eu por exemplo, estou com meu tio no hospital precisando de sangue, mas tive a curiosidade e fui pesquisar, saber do que é preciso para doar e achei todos os requisitos para quem pode e para quem não pode doar, descobri que não poderei fazer porque fiz a 4 meses uma endoscopia, ou seja, temos uma ferramenta poderosa nas mãos só usar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão não é se tem informações na internet. Isso sabemos que tem. A questão é que os órgãos competentes as deveriam divulgar, junto com as campanhas pedindo doadores... E depois outra: procurar na internet pode ser exaustivo, pois você encontra uma infinidade de fontes, e nem sempre são as confiáveis. Portanto, além de fonte confiável, se as campanhas divulgassem corretamente os pré-requisitos, poderiam ter mais doadores. Eu, por exemplo, queria doar e acabei de ficar sabendo que não posso porque fiz endoscopia há 2 semanas. Se eu soubesse disso, ou doaria ANTES da endoscopia, ou adiaria a endoscopia em 2 semanas...
      Entendeu o motivo das reclamações gerais acima?

      Excluir
  7. Queria poder doar sangue, de coração, ajudar quem precisa de ajuda, não visando um lugarzinho lá no céu pla boa ação, mas sim, pq é necessário para uma sociedade, ajudar uns aos outros, querendo ou não, dependemos um dos outros, desde comprar um pão, até um caso mais sério como precisar de sangue... Porém, hoje estou com 20 anos de idade, e descubri que tenho Refluxo, e devido a isso, fiz inumeros exames invasivos, como a endoscopia, videolaridoscopia e etc, e fui barrada também. Não digo que é errado, porém a falta de informação, o erro ta ai, pq eu não poderia doar? O que a endoscopia q eu fiz tem a ver cm meu sangue? Fiquei sabendo, graças a este site, e outros. Pq se não fosse a internet, estaria perdida! hahaha

    ResponderExcluir
  8. Brasileiro é mesmo um coitado... Não acham que ao invés de ewstarmos aqui discutindo se deveriam informar isso e aquilo, será que não deveríamos é discutir PORQUE A ENDOSCOPIA NÃO É SEGURA? SERÁ QUE INFORMAM A QUEM ESTÁ FAZENDO UMA ENDOSCOPIA QUE ELE PODE SER CONTAMINADO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me assustei muito, descobri que não poderia doar sangue porque fiz uma endoscopia, e agora vejo que posso ter sido contaminada? Por que ninguém fala desse risco ao fazer o exame?

      Excluir
    2. Também fiquei assustada com esta descoberta

      Excluir
  9. Gostaria de deixar registrada minha indignação não com o Pró-Sangue, onde aguardei 3 horas até passar pela entrevista e ficar sabendo da minha impossibilidade de doação, mas sim com os laboratórios onde se realizam esses exames, que não nos colocam a par do risco de contaminação que corremos. Em pleno século XXI, com tantos recursos tecnológicos e médicos, é inadmissível que não haja uma esterilização dos tais equipamentos "invasivos" que nos dê total segurança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. So mesmo no Brasil isso..

      Excluir
    2. Isso é verdade, estou assustada aqui com a endoscopia. Fiz tatuagem e fiquei aguardando 1 ano para doar, mas agora descobri que não posso por causa da endoscopia, que até então eu não via risco algum de fazer.

      Excluir
  10. Tenho 62 anos e dôo sangue desde que fui servi o Exército e só agora que fui saber que quem faz endoscopia só pode doar depois de 6 meses

    ResponderExcluir
  11. Sabemos que de fato há muitas falhas, mas há meios de ficarmos informados. O que não podemos é deixar de ajudar a salvar vidas por causa de alguns empecilhos. Bom lembrar que um dia podemos precisar também.

    ResponderExcluir
  12. Tmbm fui doar sangue, e fui barrada por ter feito uma endoscopia recentemente, a sensação realmente é horrível, vc chegar com muita boa vontade de doar e ser barrado, tmbm concordo que deveriam ter banner informando, o que impossibilita vc de ser um doador sanguíneo, muito frustrada, acho q nao volto a doar!!!! Belém-pa.

    ResponderExcluir
  13. Eu sempre doei sangue, porém a ultima vez, fui barrado também por ter feito endoscopia ,na ultima hora ...Acho que deveria ao chegar para doação e já passar pela entrevista de cara ,se caso a pessoa NÃO PODER DOAR já é liberada e não precisa perder mais tempo....Pontal sp

    ResponderExcluir
  14. Fiz uma endoscopia que me causou tanta, tanta dor de estômago que acho que o aparelho até perfurou o coração!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...