sexta-feira, 13 de maio de 2016

Os tipos de Dengue e as variações de vírus que provocam a Dengue.

Entenda o que é Dengue Clássica, Dengue Hemorrágica e Dengue tipo 4. Conheça os vários tipos de vírus que causam a Dengue. Saiba por que acontecem as reincidências da Dengue.

Mosquito Aedes Aegypti carregando uma estrutura de vírus da dengue
by Roberto M.
Há algum tempo, escrevi uma postagem sobre a dengue intitulada “Noções básicas sobre a dengue e sua prevenção”. Lá falei sobre como se dá a transmissão da doença e o que acontece no organismo quando se pega o vírus. Falei também sobre a prevenção da doença.
Hoje, vou complementá-la e falar, um pouco, sobre os tipos de dengue e sobre os vários sorotipos de vírus que causam a doença.

Mas, primeiramente vou falar sobre a palavra dengue. Qual é o certo, a dengue ou o dengue?
O gênero da palavra Dengue, no sentido de doença, é bastante controverso. Há dicionários (Houaiss) que dizem que dengue é uma palavra feminina: a dengue. Há dicionários (Aurélio) que dizem que dengue é uma palavra masculina: o dengue.  Portanto, o gênero dessa palavra vai depender do dicionário que se consulta ou da revista que se lê.

Quando isso acontece, vale aquela regra tradicional: “o usuário decide o que quer usar”.
Eu já decidi. Para mim, a doença sempre foi e sempre será no feminino, ou seja, a dengue.

O que é Dengue? 

A dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus. É um grande problema de saúde pública. O seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes Aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil.

As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos, isso´porque é a época mais propícia para o desenvolvimento do tal mosquito que transmite o vírus.
Existem quatro tipos diferentes de vírus da dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4 .


Qual a causa da Dengue?

A doença se instala pela infecção ocasionada pelo vírus. O vírus é transmitido, ao ser humano, pela picada do mosquito Aedes aegypti, uma espécie hematófaga de inseto originária da África e que chegou ao continente americano na época da colonização.
Não há transmissão pelo contato de um doente ou suas secreções com uma pessoa sadia. Não há transmissão pelo contato com fontes de água ou alimento. A transmissão se dá exclusivamente pela picada do mosquito infectado.

O que é á Dengue Clássica?

A Dengue Clássica é o modo mais tradicional da doença, é a forma mais leve da doença, sendo muitas vezes confundida com a gripe.
Geralmente ela se inicia de maneira súbita, podendo ocorrer febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos,cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjoos, vômitos  e dores nas costas. De vez em quando podem aparece manchas vermelhas pelo corpo.

Normalmente, a febre dura cerca de cinco ou seis dias. Os sintomas vão melhorando progressivamente e em cerca de 10 dias já estão terminados. Em um número muito ínfimo de pessoas podem acontecer leves sangramentos no nariz, na boca ou na urina, mas raramente haverá complicações.
Embora pareça pouco agressiva, a doença pode evoluir para a dengue hemorrágica.

O que é a Dengue Hemorrágica?

Dengue hemorrágica é uma forma mais grave de dengue.
No começo, os sintomas são os mesmos da Dengue Clássica. A diferença se instala após o 5º dia da doença quando alguns pacientes começam a apresentar hemorragia e choque, caracterizados por sangramento e queda de pressão arterial. Os sangramentos ocorrem em vários órgãos.
Este tipo de dengue eleva o risco de morte das pessoas enfermas e, por isso, é muito importante a avaliação médica. Um profissional de saúde deve sempre ser procurado.

Os sorotipos de Vírus da Dengue

Como citado anteriormente, existem quatro tipos de vírus da dengue, ou seja, o vírus causador da dengue possui quatro sorotipos: : O DEN-1, o DEN-2, o DEN-3 e o DEN-4.
Falando de outra maneira: é o mesmo tipo de vírus, com quatro variações.
Todos eles causam os mesmos sintomas. Do ponto de vista clínico, eles são absolutamente iguais.

Entretanto, cada vez que você pega um tipo de vírus não pode mais ser infectado por ele.
A infecção por um deles dá proteção permanente para o mesmo sorotipo, mas não dá imunidade contra os outros três.
Portanto, de uma maneira bem simplificada, podemos dizer que,  na vida, uma pessoa pode ter dengue, no máximo, quatro vezes, uma para cada sorotipo.

O que é Dengue Tipo 4?

Dengue tipo 4 é a dengue causada pelo sorotipo DEN-4.
A descoberta do vírus tipo 4 é preocupante. Não pelo vírus em si, pois tem exatamente o mesmo perigo que os tipos 1, 2 e 3, nem mais nem menos. O problema está na ativação de mais uma variação do micro-organismo.
Se houvesse só um tipo de vírus, ninguém poderia ter dengue duas vezes na vida. Aumentando a variedade de vírus, aumenta a probabilidade de se contrair a doença.

A gravidade da doença provocada pelo DEN-4 é explicada pelo sistema imunológico do corpo humano.
Quem já teve dengue causada por um tipo de vírus não registra um novo episódio da doença com o mesmo tipo. Ou seja, quem já teve dengue devido ao tipo 1 só pode ter novamente se ela for causada pelos tipos 2, 3 ou 4.

A reincidência da Dengue

A possibilidade de reincidência da doença é preocupante.
No caso de ocorrer um segundo episódio da dengue numa mesma pessoa, os sintomas se manifestarão com mais severidade pois, o sistema imunológico, que já se encontra sensibilizado, dá uma uma resposta muito mais exagerada, causando inflamações que aumentam o risco de danos ao sistema circulatório e provocando hemorragias.
Daí, é fácil deduzir que: um terceiro acometimento por dengue poderia ser ainda mais grave e um quarto muito mais perigoso que o terceiro.

Como tratar a Dengue.

O tratamento da Dengue consiste, apenas, no alívio dos sintomas. Não existe tratamento específico contra o vírus da dengue.
É importante tomar muito líquido como água, sucos, chás, soros caseiros, etc. para evitar a desidratação.

Caso haja dores e febre, pode ser receitado algum medicamento antitérmico, como o paracetamol. Em alguns casos, é necessária internação para hidratação endovenosa e, nos casos graves, tratamento em unidade de terapia intensiva.
Não devem ser usados medicamentos à base de ácido acetil salicílico e anti-inflamatórios, como aspirina e AAS, pois podem aumentar o risco de hemorragias.

Prevenção da Dengue

mosquito Aedes Aegypti é o transmissor do vírus e suas larvas nascem e se criam em água parada. Por isso, evitar os focos da reprodução desse vetor é a melhor forma de prevenir a dengue.
Evite o acúmulo de água, coloque areia nos pratos dos vasos de plantas, coloque desinfetante nos ralos, limpe as calhas, etc.
Fazer com que o mosquito fique longe também é importante, use repelentes, coloque tela nas janelas, etc.

Artigos Recomendados:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...